Pages

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011


Eu já não sei mais o que faço com meu coração,
Eu não tenho mais o controle da situação,
Todo caminho que eu sigo me leva a você.
E quanto mais tento fugir eu me aproximo mais,
Não tem mais jeito já se foi razão ficou para trás,
Eu já não sigo meus instintos, medo de sofrer.
E se eu me entregar será que vai rolar,
Sou um doente apaixonado e ela tem razão, ão,
Se for pra ser assim eu vou cuida de mim,
Eu penso em desistir e ela diz que não.

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010




Digo sem piscar que a amizade vale a pena ..e quem me ensinou isso,foi vocês! s2



domingo, 5 de dezembro de 2010



"O valor das 
coisas não está no tempo em que elas duram,

mas na intensidade com que acontecem.

Por isso existem momentos inesquecíveis,

coisas inexplicáveis e


pessoas incomparáveis".

(Fernando Pessoa)

                                                                   TERCEIRÃO 2010



vão fazer uma puta falta =/

terça-feira, 16 de novembro de 2010

A infância dA infância de hoje em dia, não terá a inA infância de hoje em dia, não terá a infância o que nós tivemos. Assistimos aos melhores desenhos animados, como Os ursinhos carinhosos, Thundercats, Tartarugas Ninjas, Doug F., Scooby Doo. Tivemos os melhores programas de TV, como Disney Cruj, Bambulua, Planeta Xuxa, Familia Dinossauro, Power Rangers. Tivemos os melhores filmes como Os trapalhões, Loucademia de polícia, Lagoa Azul, Xuxa e os Duendes. Tivemos as melhores brincadeiras como esconde-esconde, pique cola, eslástico, amarelinha. Podíamos ficar até as onze da noite brincando na rua sem nada acontecer. Chupávamos pirulito com pó e não era uma droga. Bebíamos groselha. Tomávamos tubaína depois da escola. Tivemos os primeiros patinetes e tamagotchis. Jogávamos Super Mario no Super Nitendo. Nossos amigos eram os vizinhos de rua e não os que se conhecia na internet. Não precisávamos de celular. A moeda era Cruzeiro. A nossa brincadeira era Barbie/bonecas/carrinhos e não festas e encher a cara. Não tivemos problemas com diabetes, colesterol e obesidade, apesar de comer suspiros, maria mole, fandangos e coisas do tipo. Nossas mães trocaram as nossas fraldas. Nós machucávamos e não faziamos dramas. Fast food não servia de almoço. Família era os nossos parentes e não um bando de adolescente colorido. Os jovens conseguiram tirar um presidente do poder ao invés de xingar muito no twitter. E hoje, ah, hoje… as crianças jogam seus videogames, jogos e não viverá os melhores momentos da vida.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010


Escrever, estranhar, amassar e arremessar à um cesto de lixo. Escrever, estranhar, amassar e arremessar à um cesto de lixo. E assim consecutivamente. A cada verso escrito, ela sentia que algo faltava, não parecia completo, as palavras não estavam soando da melhor maneira. Por esse motivo, ela sempre acabava desistindo de falar sobre sentimentos. “Só não sei aonde é que está o erro, mas sei que algo falta”.
Talvez fosse uma inspiração…
Não preciso citar nomes, não é mesmo? Talvez o que tenha acontecido permitiu que mudasse muita coisa entre nós. Não sei como você se sente em relação ao que vem acontecendo e às mudanças pelas quais estamos passando. Mas acontece que a gente cresce, e devemos escolher qual rumo tomar. Particularmente, tomei um distinto à qualquer outro. Um rumo onde não há ilusões e nem tanta confiança em palavras, como o que eu vinha seguindo. Mas isso não significa que eu ainda não precise de você comigo, que eu não precise da nossa amizade como ela era. Pois não é porque optei me isolar, que não quero que se aproximem de mim. Eu só deixei de expôr demais, de expôr mais ainda o que estou sentindo ou vem acontecendo. Sabemos que nada vai voltar a ser como era, ou o destino poça até resolver me contrariar e fazer com que a gente volte a ser o que era uma com a outra, talvez unidas por um sentimento ainda mais sincero, mas o que quero que saiba, é que eu nunca vou te deixar sozinho. Posso estar muito distante, mas nunca vou deixar de te apoiar, de te querer bem. Você sempre vai estar para mim, como eu sempre estarei para você.

quarta-feira, 10 de novembro de 2010




A saudade está sufocando o meu peito
Tudo que vejo, tudo que ouço
Reflete o seu jeito.

                      Novembro de 2010 *-*

ps.: Salvando algumas fotos antigas (:








Bom mesmo é ir a luta com determinação, abraçar a vida com paixão, perder com classe e vencer com ousadia... Pois o triunfo pertence a quem se atreve.

(Charles Chaplin )

eu amo vocês! Gladiadoras s2s2
Eu nunca gostei da matemática, das contas. Contas são exatas e os números se bastam por si só. Não há
dúvidas, não há erro. O que é certo é certo, o que não está certo, é errado. A matemática e suas exatidões 
me cansam. Eu prefiro o mistério das letras, a incerteza das palavras e a beleza das poesias. 
Palavras
não se somam, se completam.”

terça-feira, 9 de novembro de 2010

O que revela a nossa força não é sermos imbatíveis, incansáveis, invulneráveis. É a coragem de avançar, ainda que com medo. É a vontade de viver, mesmo que já tenhamos morrido um pouco ou muito, aqui e ali, pelo caminho. É a intenção de não desistirmos de nós mesmos, por maior que às vezes seja a tentação. São os gestos de gentileza e ternura que somente os fortes conseguem ter.






éer,o ano está acabando :'(